Fechar
Terça, 23 de julho de 2024
Terça, 23 de julho de 2024
Ponta Grossa 24/05/2024

Ponta Grossa já tem mais de duas mil lâmpadas convencionais trocadas por LED

Na última semana, 470 novos pontos foram instalados, sendo no Jardim Carvalho, Cará-Cará, Uvaranas, Centro e Contorno

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Ponta Grossa já tem mais de duas mil lâmpadas convencionais trocadas por LED

A Prefeitura de Ponta Grossa anuncia que ultrapassou mais de duas mil lâmpadas convencionais substituídas por LED desde o início do projeto, em março. Na última semana, 470 novos pontos foram substituídos, sendo 420 no Jardim Carvalho, 40 no Cará-Cará e 10 em Uvaranas, além do Centro e Contorno. Além disso, a nova tecnologia já está em Órfãs, Oficinas, Vila Coronel Cláudio, Boa Vista, Estrela e Ouro Verde.

“Estamos comprometidos em transformar Ponta Grossa em uma cidade mais segura e sustentável. A troca das lâmpadas por LED não só melhora a visibilidade nas ruas, mas também contribui para a redução de custos e preservação do meio ambiente”, ressaltou a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt.

Essa modernização da iluminação pública faz parte de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre a Prefeitura e a Enel-X, com um investimento total de R$ 114 milhões. Serão modernizados 50 mil pontos de iluminação na cidade, priorizando eficiência na energia e mais segurança.

“Nossas equipes estão comprometidas com a execução deste enorme projeto, que está transformando a iluminação pública de Ponta Grossa. Ele traz inúmeros benefícios para a segurança e a qualidade de vida de toda a população, além de reduzir a necessidade de manutenção futura de todos estes pontos de iluminação”, explica o Secretário de Obras e Serviços Públicos, Eduardo Marques.

A presidente da Agência de Inovação de Ponta Grossa, Tônia Mansani, também comentou sobre o projeto. “A introdução das lâmpadas LED é uma medida importante para a modernização da nossa cidade. Além de proporcionar uma iluminação mais eficiente, contribui para a redução do consumo de energia e dos custos operacionais.”

Detalhes sobre o projeto e os próximos passos podem ser acompanhados no site da Prefeitura de Ponta Grossa. (Com assessoria)