Fechar
Terça, 25 de junho de 2024
Terça, 25 de junho de 2024
Ponta Grossa 05/06/2024

Prefeita Elizabeth assina edital de licitação para nova concessão do transporte coletivo

Novo modelo prevê um transporte público melhor e mais moderno para Ponta Grossa

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Prefeita Elizabeth assina edital de licitação para nova concessão do transporte coletivo

A prefeita Elizabeth Schmidt assinou nesta quarta-feira (5) o edital de licitação para a concessão do transporte coletivo de Ponta Grossa. A solenidade aconteceu na Rodoviária Intermunicipal. O edital apresenta significativas mudanças no transporte coletivo da cidade após estudos realizados para garantir a viabilidade econômica do sistema, o acompanhamento às novas tendências do setor, bem como um preço acessível da tarifa para o cidadão.

Para a prefeita Elizabeth Schmidt, a abertura deste processo licitatório é o maior avanço do transporte coletivo em todos os tempos. “Vamos ter um transporte mais moderno, mais acessível, mais inteligente e mais ágil. Primeiro conseguimos fazer um transporte muito mais barato. Agora, vamos deixar o transporte público muito melhor para todos os usuários”, disse.

Elizabeth ressalta que foram anos de estudos para que a legislação municipal proporcionasse um transporte coletivo moderno e de qualidade, e de uma forma que o sistema consiga se manter, considerando outros modais disponíveis atualmente.

“Agradeço à equipe que desenvolveu todos os estudos e a modelagem do novo sistema, aos vereadores todos que estiveram conosco nessa luta pela melhoria do transporte e a todos que contribuíram para termos este edital e para avançarmos juntos”, comemora a prefeita.

“Uma das principais mudanças é a forma de remuneração da concessionária que passará a receber pela quilometragem que foi realmente executada, considerando também que para pagamento deverá passar por critérios de desempenho, como cumprimento dos horários estabelecidos, satisfação do cliente (passageiros), cumprimento da escala de viagens, entre outros”, explica o secretário municipal de Planejamento e Infraestrutura, Luiz Henrique Honesko.

Novos modelos de ônibus

De acordo com Honesko, uma das mudanças também se refere aos modelos de ônibus zero quilômetro que passam a contar com ar-condicionado, piso baixo nos veículos articulados, e uma grafia totalmente nova.

“Destacamos também o que se refere sobre a gestão da compra das passagens, com a criação do Fundo Municipal de Transporte, os passageiros passam a adquirir seus vales por meio da Prefeitura de Ponta Grossa e não mais da empresa, com isso aumentam as possibilidades de integração, políticas públicas e rendas extras para o barateamento da tarifa”, disse o secretário.

“Este edital é fruto de muito trabalho da Prefeitura e dos vereadores, enquanto representantes da população, que contribuíram com emendas na aprovação da lei que rege este edital. Para termos avanços em nosso modelo de transporte coletivo, depois de 22 anos em um mesmo contrato, contamos com o empenho de muita gente para este momento. Em virtude disso, entendo que o avanço no modelo de transporte coletivo é uma vitória para Ponta Grossa”, finaliza a prefeita.

Após a assinatura e publicado em Diário Oficial do Município, as empresas interessadas em participar do certame licitatório terão 45 dias para entrega de propostas.

Estudos para um modelo de transporte coletivo melhor e mais moderno

O estudo de viabilidade econômica indicou que um prazo de 20 anos seria o mais adequado para amortizar os investimentos sem sobrecarregar a tarifa. Baseado nas melhores práticas do mercado nacional, o processo de concessão foi desenvolvido com um foco especial na modernização da frota, na oferta de informações aos usuários e na melhoria contínua dos serviços, adaptando-se às inovações tecnológicas.

Dividido em dois lotes, o modelo proposto inclui uma matriz de risco bem definida, critérios objetivos de avaliação da qualidade do serviço e um sistema de remuneração inovador baseado na quilometragem percorrida. Essa abordagem visa aprimorar constantemente a eficiência do sistema e garantir tarifas acessíveis para os cidadãos, além de proporcionar um melhor atendimento.

Destaca-se também o compromisso com a sustentabilidade, evidenciado pela substituição gradual dos veículos a diesel por veículos elétricos. O contrato prevê inicialmente a incorporação de 12 veículos elétricos, com a flexibilidade para expansão ao longo da concessão, considerando a necessária adaptação do sistema às mudanças ambientais e tecnológicas ao longo do tempo.

Tecnologia

A nova concessão, além de ter como objetivo proporcionar à população o acesso a um direito constitucional, busca trazer comodidades com a tecnologia embarcada aos veículos, como acesso em tempo real à localização, ar-condicionado, bilhetagem 100% eletrônica com múltiplos meios de pagamento, wi-fi embarcado, entre outras vantagens.

Os estudos também levaram em consideração a necessidade de atendimento às áreas distritais do município, com diretrizes estabelecidas para a implantação do atendimento, diante dos estudos de oferta e demanda, estando o concessionário ciente de sua obrigação no atendimento quando determinado pela Administração.

Ainda há a possibilidade de implantação de atendimento sob demanda, que se viável no município, tem suas diretrizes de atendimento e remuneração já contempladas no projeto. (Com assessoria)