Fechar
Terça, 25 de junho de 2024
Terça, 25 de junho de 2024
Política 06/06/2024

Maltaria Campos Gerais vai impulsionar a economia local e fortalecer a indústria cervejeira

A Maltaria foi construída em um terreno de 800 mil m² na PR-151, em Ponta Grossa. Na primeira etapa houve um investimento de R$ 1,6 bilhão

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Maltaria Campos Gerais vai impulsionar a economia local e fortalecer a indústria cervejeira

Foi inaugurada nesta quinta-feira (06) a Maltaria Campos Gerais em Ponta Grossa. O local abriga uma intercooperação reunindo cooperativas como: Coopagrícola (Ponta Grossa), Frísia (Carambeí), Agrária Agroindustrial (Guarapuava), Bom Jesus (Lapa), Capal (Arapoti) e Castrolanda (Castro). A Maltaria foi construída em um terreno de 800 mil m² na PR-151, em Ponta Grossa. Na primeira etapa houve um investimento de R$ 1,6 bilhão.

Para a prefeita Elizabeth Schmidt, a implantação de uma maltaria traz benefícios econômicos, sociais e culturais significativos para a cidade. “Ponta Grossa, uma das capitais da cerveja brasileira, será agora também uma das capitais do malte, abrindo novos caminhos de desenvolvimento para todos os quadrantes dessa porção. Essa Ponta Grossa mostra ao rico Paraná como se pode fazer mais e melhor, e que viu a transformação do seu parque fabril a partir do beneficiamento de suas colheitas há tanto tempo para a indústria de transformação com múltiplos formatos e diferentes estruturas”, destaca.

Segundo o secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Pinto, a previsão é de que a produção, a partir de 2024, fique na ordem de R$ 500 milhões e, a partir de 2025, chegue a R$ 1 bilhão ao ano.

“Essa Maltaria não é apenas uma instalação industrial, ela representa uma oportunidade crucial para o desenvolvimento econômico, a geração de empregos e a valorização da nossa produção local. Isso impulsiona a economia local, atrai investimento e estimula outros setores a crescerem. Além disso, cria centenas de empregos diretos e indiretos, desde a produção e o processamento do malte até a logística e a comercialização”, comenta.

Além do investimento, foram abertas mais de 7 mil vagas de trabalho durante a obra da Maltaria. A partir de agora serão aproximadamente 140 colaboradores. O local tem projeção de investimentos de R$ 3,4 bilhões, recurso de um programa de incentivo do Governo do Estado.

A Maltaria Campos Gerais deve atender empresas de todo Brasil. Os testes iniciaram ainda em novembro de 2023 e devem ser finalizados até o final do mês de junho.

Na inauguração, Adam Stemmer, Diretor Presidente da Agrária, aproveitou para agradecer a Prefeitura de Ponta Grossa pelo apoio na construção do novo empreendimento. “Todo nosso agradecimento à prefeita Elizabeth, que prontamente nos recebeu e proporcionou todo processo em tempo recorde. Esse foi um dos fatores mais importantes para que esse sonho se tornasse realidade", destacou. (Com assessoria)