Fechar
Quarta, 21 de abril de 2021
Quarta, 21 de abril de 2021
Política 01/04/2021

Valtão indica 13 pessoas a serem ouvidas na CPP; acusação relaciona 6 testemunhas

CPP que investiga acusação de quebra de decoro parlamentar do vereador Valtão fará as oitivas nos próximos dias 6, 13 e 20 de abril na Sala das Comissões do Legislativo; saiba quem serão os ouvidos

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Valtão indica 13 pessoas a serem ouvidas na CPP; acusação relaciona 6 testemunhas

A Comissão Parlamentar Processante (CPP) que investiga denúncia do PRTB de quebra de decoro parlamentar pelo vereador Walter José de Souza, o Valtão, anunciou para os próximos dias 6, 13 e 20 de abril as oitivas das pessoas indicadas pela acusação e pela defesa no processo, entre testemunhas e informantes.

O PRTB relacionou 6 testemunhas a serem ouvidas. Os depoimentos estão agendados para a Sala das Comissões da Câmara, na terça-feira (6) da próxima semana.

Entre as testemunhas arroladas está o ex-vereador e atual presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), Celso Cieslak. Ele é o primeiro suplente do PRTB e assume a vaga se Valtão for cassado.

Já a defesa de Valtão indicou um total de 13 pessoas a prestarem informações na CPP, sendo 10 testemunhas e mais 3 informantes. Assim, as oitivas da defesa serão feitas em dois dias, em 13 e 20 de abril.

Entre as testemunhas estão outras pessoas que foram alvo da Operação do Gaeco em dezembro de 2020, em investigação sobre o contrato do EstaR Digital e acerca da atuação da CPI que investigou o caso na Câmara.

Valtão era o relator da CPI e é acusado de receber propina da empresa Cidatec para direcionar o relatório final da comissão. Ele está em prisão domiciliar.

No roll de testemunhas da defesa constam um vereador e ex-vereadores que integraram a CPI, além dos sócios da Cidatec e do empresário João Barbiero, apontado como o contato entre empresários e Valtão.

O ex-prefeito Marcelo Rangel também é colocado como testemunha, enquanto a prefeita Elizabeth Schmidt é indicada como informante. Também é apontado como informante Guiarone de Paula Junior, que assina a denúncia como presidente do PRTB municipal. Ele é ex-vereador e trabalhou na CPI do EstaR Digital como membro.

Vão ouvir as 19 pessoas os três vereadores que integram a CPP: Filipe Chociai (PV) - presidente; Izaías Salustiano (PSB) - relator; e Léo Farmacêutico (PV) - membro.

Confira abaixo todas as pessoas indicadas pela acusação e pela defesa:

 

Acusação

1 - Celso Cieslak

2 - João Rodrigo Pontes

3 - Elza Beatriz Gelinski

4 - Alessandro Bedeu

5 - Lucimara Taques Greggio

6 - Sirlei Aparecida de Oliveira

 

Defesa

1 - João Carlos Barbiero

2 - Ricardo Albertus Zampieri

3 - Roberto Pelissari

4 - Ezequiel Bueno

5 - Vinícius Camargo

6 - Antônio Carlos Domingues de Sá

7 - Alberto Abujamra Neto

8 - Celso Ricardo Madrid Finck

9 - Adriano Smolarek

10 - Marcelo Rangel Cruz de Oliveira

11 - Elizabeth Schmidt (informante)

12 - José Augusto Carneiro de Andrade (informante)

13 - Guiarone de Paula Junior (informante)